logo

Cloud Computing – O Futuro da Computação está na Nuvem

Para 2011 o conceito Cloud Computing é um dos conceitos em destaque na área de TI.  Atualmente muitos profissionais de TI ainda encaram cloud computing como um termo da moda e não deram a atenção devida a ele. Bem, posso dizer que por algum tempo, o conceito realmente foi um modismo, mas a computação em nuvem entrou em outro nível. Neste ano as empresas já enxergam este modelo de infraestrutura como um potencial alavancador de negócios e meio viável para redução de custos. Além disso, muitas empresas já se iniciaram na virtualização, que é uma etapa fundamental antes de se implementar serviços a nuvem.

Mas o que é Cloud Computing ou Computação em Nuvem?

Embora pareça ser uma tecnologia recente, ela não é. Esta tecnologia começou a ser investigada em 1960 por John McCarthy, um grande impulsionador desta tecnologia. Tendo em conta que o início desta investigação começou já  há cerca de 40 anos, o seu sucesso é mais recente.
A partir de 2007, grandes empresas como a Google, Microsoft e IBM vêm desenvolvendo várias pesquisas em torno desta tecnologia, conseguindo um crescimento emergente e avassalador.

Esta tecnologia, consiste na gestão e oferta de aplicações, dados e informação como um serviço, que é fornecido pela Internet. Este serviço fornece a utilização de memória, armazenamento através de computadores e servidores compartilhados e interligados pela rede.

Este serviço pode ser utilizado em qualquer lugar, a qualquer hora, sem necessidade de Hardware específico e sem necessidade de armazenamento. Sendo o carro chefe desta tecnologia o acesso rápido e fácil através da Web.

Dentro de todo este contexto, o PC será apenas uma "Caixa Vazia" ligada à internet. Seus únicos dispositivos serão o teclado, mouse, monitor e talvez alguma impressora.

A Divisão – Cloud Computing é dividida em cinco tipos:

  • IaaSInfrastructure as a Service ou Infra-estrutura como Serviço: quando se utiliza uma porcentagem de um servidor, geralmente com configuração que se adeque à sua necessidade.
  • PaaSPlataform as a Service ou Plataforma como Serviço: utilizando-se apenas uma plataforma como um banco de dados, um web-service, etc. (p.ex.: Windows Azure).
  • DaaSDevelopment as a Service ou Desenvolvimento como Serviço: as ferramentas de desenvolvimento tomam forma no cloud computing como ferramentas compartilhadas, ferramentas de desenvolvimento web-based e serviços baseados em mashup.
  • SaaSSoftware as a Service ou Software como Serviço: uso de um software em regime de utilização web (p.ex.: Google Docs , Microsoft Sharepoint Online).
  • CaaSCommunication as a Service ou Comunicação como Serviço: uso de uma solução de Comunicação Unificada hospedada em um Data Center do provedor ou fabricante (p.ex.: Siemens Enterprise , Locaweb, UolHost).

Os Serviços na nuvem são:

Hoje em dia surgem cada vez mais serviços na Nuvem, abrangendo vários tipos de serviços, desde uma simples aplicação, armazenamento até serviços de e-mail.

Storage – armazenamento de Dados:

Um dos serviços que fortemente cresceu com o Cloud Computing foi o armazenamento de dados na internet. Este serviço é bastante interessante porque permite guardar arquivos como música, vídeos, imagens e documentos on-line, permitindo o seu acesso em qualquer lugar e a qualquer hora de qualquer computador. Em termos de segurança, estes serviços garantem mecanismos para que cada usuário acesse devidamente apenas aos seus arquivos e documentos, eliminando a possibilidade de obter acesso a documentos e arquivos de outros usuários.

Alguns exemplos são  SkyDrive da Microsoft, Flickr e o muito comentado Dropbox, entre outros, havendo alguns serviços que são pagos e outros que são disponibilizados gratuitamente.

Cooperativismo – Trabalho Corporativo:

Há ocasiões em que, quando geramos algum documento, precisamos da opinião de algum colega quer seja no trabalho ou nos estudos. O e-mail é uma opção mais demorada porque temos que primeiro enviar o documento e depois esperar resposta, e assim sucessivamente até existir um acordo.

A Cloud Computing veio para alterar isso, pois oferece aos usuários uma forma de tornar essa tarefa muito mais simples. Este serviço permite que grupo de usuários trabalharem em um mesmo documento ou projecto em tempo real, isso mesmo, "Real Time", tornando o que, pelo método de envio de e-mails, demoraria dias ou semanas, trocando pelo simples e rápido, ficando pronto em algumas horas. A empresa Google foi a pioneira neste tipo de serviços criando, em 2009, o Google Wave.

Alguns exemplos são como referidos, o Google Wave, Spicebird, Mikogo, Stixy, Vyew, entre tantos outros.

Conteúdo fácilitado – Escritório Virtual:

Na maioria das vezes o usuário não precisa se preocupar com o sistema operacional e hardware que está usando em seu computador pessoal, podendo acessar seus dados na "nuvem computacional" independentemente disso, o processo incomodo de instalar aqueles programas necessários para criar documentos de texto, apresentações, planilhas de gráficos, entre outros, trabalhar com estas aplicações na internet é uma inovação fantástica. As principais vantagens destes serviços são a acessibilidade, o armazenamento na rede, potencialização do trabalho corporativo e, principalmente, a inexistência de aplicações instaladas em nosso computador.

Alguns exemplos de serviços são o Google Docsm Ajax13, ThinkThree e Microsoft Office Live.

Hardware – O Poder de Processamento:

Já pensou ter servidores, aplicações, equipamentos de rede, entre outros sem a necessidade de os comprar, e tudo isso em um só serviço na rede? Estes serviços permitem ao usuário, sempre que precise de processamento extra, ter acesso ao mesmo em apenas um só local na rede.Alguns exemplos destes serviços são o Windows Azure da Microsoft, o EC2 da Amazon EC2, o AbiCloud, Elastichosts e o serviço Nebula da NASA.

Segurança – Estarei seguro na Nuvem ?

Dois grandes serviços de segurança na Cloud são o Cloud Email Protection e o Cloud Internet Protection, ambos da empresa Panda. O Cloud Email Protection tem como objetivo a gestão de usuários e sincronização de dados via LDAP e SMTP.

O Cloud Internet Protection tem como objetivo principal monitorar e controlar os protocolos P2P, e ainda disponibiliza proteção contra falhas dos browsers (Navegadores).

Um futuro nem tão distante assim…

Como estamos vivenciando atualmente, a adoção da computação em nuvem é inevitável e exige ações imediatas dos profissionais da área, por exemplo: O mercado de suporte técnico, tende a se dividir em duas áreas: O trabalho de ajudar usuários finais com questões bastante simples e s e o trabalho de alto nível em manter a infraestrutura rodando em 100%. Há também novas tarefas como compra de novos recursos, treinamentos e atividades.

Se uma organização mudar para uma oferta completa de cloud como o Google Apps for Business, uma parte significante da infraestrutura e das atividades relacionadas são erradicadas. Consecutivamente geraria uma redução de custos neste processo, pois não haveria necessidade de manter um servidor de e-mails ou de arquivos, porque todos os dados são hospedados no Google.

Os benefícios:

Como descrevi acima, a utilização da Computação em Nuvem ou Cloud Computing permitiria a realização do mesmo trabalho em um espaço de tempo drasticamente reduzido (poucas horas ou minutos) sem grandes investimentos em uma plataforma de processamento compatível com o trabalho. O custo seria proporcional ao tempo de utilização do serviço ou correspondente ao custo de uma assinatura, por exemplo. O potencial mais evidente dessa tecnologia é revolucionar a equação econômico-financeira de como uma empresa adquire e paga TI. São tecnologias que exigem investimentos praticamente nulos, transformando custos fixos em custos variáveis. Além disso, como são pagas pelo uso, em princípio, a curva de gastos é paralela à curva de receitas. Mas não é só isso. Com suas características de agilidade, flexibilidade, escalabilidade e acesso, podem revolucionar o desenho de processos de negócio. Essa inovação trazida por processos de negócio radicalmente novos deve resultar em um salto no valor que TI entrega ao negócio.

Por onde eu começo ?

Nesse caso, devemos começar do modo mais básico. Primeiramente dar inicio em como entender as diferenças da nuvem em termos de infraestrutura, softwares e plataforma, além de saber como quando e onde usá-la. Há, no mercado, muitos livros bons à respeito, com conteúdo teórico e conselhos práticos. Além disso, a cobertura que a a internet nos oferece sobre o assunto, como aqui no escreveassim.com.br, podemos obter um conteúdo rico a respeito do tema ao longo do tempo.

A computação em nuvem é algo extremamente grande em matéria de conhecimeto e já está na hora de pensarmos nas grandes vantagens que vem por aí, então aguarde maiores novidades aqui no escreveassim! 😉

Profissional de TI precisa se preparar para a computação em nuvem

Por Infoworld/EUA

Publicada em 06 de janeiro de 2011 às 08h00
Atualizada em 06 de janeiro de 2011 às 18h34

Profissional que ainda não prestou atenção ao conceito deve desenvolver estratégia para recuperar tempo perdido.

Muitos profissionais de TI estão mal preparados para o avanço contínuo dos sistemas e infraestruturas baseados no conceito de cloud computing. Apesar de ser compreensível durante o ano de 2010, em 2011 esse desconhecimento pode ser um fator limitador para a carreira.

Muitos desses profissionais ainda encaram cloud computing como um termo da moda e não deram a atenção devida a ele. Por algum tempo, o conceito realmente foi modismo, mas a computação em nuvem entrou em outro nível. As empresas já enxergam o modelo de infraestrutura como potencial alavancador de negócios e meio para redução de custos. Além disso, muitas já avançaram na virtualização, considerada etapa fundamental antes de se implementar a nuvem.

Para os profissionais recuperarem o tempo perdido, o chefe de tecnologia da Blue Mountains Labs, empresa de projetos de cloud computing, dá alguma sugestões de uso de computação em nuvem para alavancar a carreira.

1 – Foco na educação
Nesse caso, deve-se começar do básico, como entender as diferenças da nuvem em termos de infraestrutura, softwares e plataforma, além de saber como quando e onde usar. Há, no mercado, literatura muito boa a respeito, com substância teórica e conselhos práticos. Além disso, a cobertura que a imprensa faz do assunto, como o site da Computerworld, possui um conteúdo rico a respeito.

Comente via:

  • Facebook
  • WordPress
  • Google Plus

6 Respostas para “Cloud Computing – O Futuro da Computação está na Nuvem”

  1. sara disse:

    Oiee alguem por aqui sabe programar nas nuvens??

  2. Vicente disse:

    Bacana essa postagem vou usá-la em uma aula sobre armazenamento digital.

    Parabéns continue com essa qualidade de texto.

    Saudações

  3. Hertha Clóris disse:

    Muito interessante o que foi publicado, esse material me deu uma direção melhor em relação a monografia, pois também farei sobre Cloud Computing. Já estava lendo o livro que você disse Rafael, realmente ele ajuda as pessoas que estão iniciando nessa área.

  4. Junior Luciano disse:

    Show de bola… Gostei bastante do artigo, parabéns!

    Amanda, estou fazendo meu TCC sobre Cloud Computing também, que tal trocarmos algumas figurinhas (referências)?

    Valeuu Pessoal…

  5. Amanda Aguiar disse:

    Olá gente, AMEI a matéria, encontrei vocês pesquisando muito no GOOGLE, pois vou fazer minha MONOGRAFIA com este assunto, e para meu primeiro capítulo fiquei interessada nesta última parte do artigo de vcs "Por onde eu começo ?" Gostaria muito de receber algumas indicações de livros para eu começar a escrever o quanto antes.
    Aguardo um retorno de vcs,
    Muito Obrigada pela atenção!

    • Rafael Russo disse:

      Olá Amanda,

      Muito obrigado pela visita ao nosso escreveassim. Nosso intuito aqui, é mostrar as informações do futuro no presente.
      Sobre sua pergunta, considero este livro muito bom para iniciantes, pelo menos de um modo mais básico, o mesmo tirou-me algumas dúvidas que persistiam quando comecei a inicar em Cloud.

      Qualquer dúvida estou a disposição.

      Rafael Russo.