Scroll Top

Curiosidades High Tech Linux Segurança da Informação

Saiba por que você não precisa de um antivírus no Linux

Curso de Manutenção de Celulares

Acredite ou não, existem programas antivírus dirigidos aos usuários de desktops Linux. Se você acabou de migrar para o Linux e começou a procurar uma solução de antivírus, não se preocupe – você não precisa de nenhum programa antivírus no Linux.
Existem algumas situações onde você quer manter-se apenas protegido, certo? Mas na verdade você só quer um programa antivírus para o sistema Linux apenas para verificar mesmo que inconcientemente vírus, spywares e malwares de Windows.

antivirus-linux-escreveassim
Existem poucos Vírus de Linux

A principal razão para que você não precise de um antivírus no Linux é que por natureza existem pouquíssimos vírus, malwares e etc; para Linux. Para Windows todo este "Zoológico de bactérias" é algo extremamente comum. Existem Adwares, Malwares, Spywares e outros tantos softwares mal-intencionados que juntando com possíveis vulnerabilidades de segurança, torna qualquer usuário um alvo fácil para instalar programas sem permissão. Com isto em mente, utilize sempre um bom programa antivírus no Windows, pois esta é uma importante camada de proteção.
Se comparado a mesma forma que você seria infectado por um vírus no Windows, é pouco provável você tropeçar em algum vírus e ser infectado utilizando Linux.

Por que o Linux é mais seguro que o Windows?

Aqui estão algumas razões pelas quais o Windows ainda luta com diversos problemas de softwares mal intencionados:

  • Gerenciadores de pacotes e repositórios de software: Quando você quiser instalar um novo programa na área de trabalho do Windows, você acessa o Google e procura o devido programa, seja qual for o site – confiável ou não.
    Quando você quiser instalar algum programa no Linux, você necessita apenas abrir o seu gerenciador de pacotes e baixá-lo a partir de repositórios de sua própria distribuição. Estes repositórios contém softwares confiáveis que foram analisados pelos mantenedores da distribuição Linux – usuários não têm o hábito de baixar e executar um software arbitrário.
  • Outros recursos de segurança: a Microsoft ao longo do tempo veio fazendo um ótimo trabalho para corrigir sérios problemas de segurança com o Windows. Até o UAC foi introduzido com o Windows Vista, pois antes os usuários do Windows quase sempre utilizavam contas administrativas o tempo todo.
    Os usuários do Linux normalmente utilizam-se de contas de usuário limitadas e tornam-se somente o usuário Root quando necessário.
  • Participação de Mercado e Demografia: O Linux tem um histórico de baixa participação no mercado de sistemas operacionais. Seus usuários na maioria são formados por geeks, profissionais de TI e alguns curiosos com tendências a obter mais conhecimentos em informática. Se comparado ao Windows, o Linux por não ser tão grande, não se torna um alvo fácil.

image377

Como ficar Seguro no Linux

Enquanto você não precisa de um antivírus, você precisa seguir algumas práticas básicas de segurança, independentemente do sistema operacional que você usa:

  • Mantenha seu software atualizado: Numa época em que os navegadores e seus plug-ins – (Java, Flash) – são os principais alvos, ficar atualizado com as últimas correções de segurança é algo de extrema importância.
  • Cuidado com Phishing: Phishing – a prática de criação de sites que fingem ser outros sites – é tão perigosa no Linux quanto é no Windows. Se você visitar um site que pretende ser o site do seu banco e inserir suas informações bancárias, você estará em grandes apuros. Felizmente, navegadores como Firefox e Chrome no Linux possuem o filtro anti-phishing da mesma maneira que eles filtram no Windows.
  • Não executar comandos que você não confia: O prompt de comando do Linux é poderoso. Antes de copiar e colar um comando no terminal ou executar um script pego através da internet, pergunte a você mesmo ou a uma pessoa com maiores conhecimentos se a fonte e/ou conteúdo é altamente confiável para ser executado.

Quando você realmente precisará de um antivírus no Linux?

Um software antivírus não é totalmente inútil no Linux. Por ex. Se você estiver executando um servidor de arquivos baseado em Linux ou um servidor de correio, provavelmente você vai querer utilizar alguma ferramenta contra vírus.

av-linux

Se você não fizer isso, caso algum computador com sistema Windows esteja infectado, poderá  fazer upload de arquivos infectados para sua máquina Linux, não afetando o Linux, mas sim permitindo infectar outros computadores com sistemas Windows.

Eu já vi casos onde um Servidor Linux sem antivírus era utilizado somente para backup's básicos de estações Windows (Planilhas, Documentos e etc). Então um belo dia quando resolveram atualizar todas as 35 máquinas do parque para novos computadores, os backup's de cada máquina de usuários foram todos restaurados… Com vírus! Imagine o trabalho, pensando em 35 novas estações Windows com vírus.

Usufruir de um software antivírus no Linux para desktops, também pode ser útil para verificar mídias removíveis como cartões de memória, pendrives e afins, pois são apetrechos que passam de PC para PC aumentando o risco de se propagarem.
Finalizando a matéria, deixo claro que um software antivírus para Desktops Linux não irá proteger o seu sistema Linux, simplesmente porque não é necessário – Ele protegerá os computadores Windows de si mesmos.

Comente via:

  • Facebook
  • WordPress
  • Google Plus

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.