Hardware Linux Tecnologia

Saiba o que é LVM – Logic Volume Manager e suas características

Curso de Manutenção de Celulares

Quem já instalou pelo menos uma distribuição Linux, já se deparou com a opção LVM ou Logic Volume Manager na hora de configurar as partições do sistema. Mas o que ela faz? Onde é utilizado? O que significa Logic Volume Manager?

DardDiskO LVM é uma ferramenta disponível no kernel do Linux para o gerenciamento de volumes lógicos no sistema. Ao originar uma camada de abstração sobre o armazenamento físico, faz com que a criação e gerenciamento de volumes lógicos seja muito mais flexível e dinâmico.

Existem três componentes fundamentais na estrutura LVM: Physcal Volumes (PVs), Volume Groups (VGs) e Logical Volumes (LVs).

Os PVs (physical volumes) são a base de tudo e representam os discos físicos. Os PVs são combinados em VGs (volume groups) de modo a formar uma pool de storage. Por sua vez, sobre os VGs, criam-se os LVs (logic volumes) e estes podem ser atribuídos sistemas de arquivos como ext3, ext4, Reiser, Btrieve etc, associados a pontos de montagem.

1

Algumas vantagens do LVM:
  • Redimensionamento sem necessidade de refazer as partições.
  • O nome dos dispositivos podem ser personalizados pelo usuário.
  • Disk Striping, para aumento das velocidades de leitura e escrita (maior performance I/O).
  • Mirroring volumes, para redundância dos dados.
  • Volume Snapshots, para backups consistentes ou para testar alterações sem afetar os dados reais.

Possui também a vantagem de guardar as configurações em forma de metadata no header dos discos, para que caso se reinstale o sistema operacional ou em uma possível migração de discos para outra máquina, assim os logic volumes podem ser reconhecidos sem que seja necessária qualquer configuração adicional.

Existem três tipos de LVM logical volumes: linear volume, striped volume e mirrored volume. Será também descrito Snapshot volumes, embora não seja considerado como um tipo de LVM logical volume.

Linear volumes

São múltiplos physical volumes concatenados em um único volume lógico. O espaço disponível nos physical volumes (PVs) subjacentes é utilizado, tendo como base next-free (o próximo disco livre é que será usado). Um exemplo é se existirem dois discos, os dados serão escritos no primeiro, e só depois de este ficar totalmente ocupado, é que a escrita continua no segundo. Neste tipo é possível utilizar discos de diferentes tamanhos/capacidades.

lvm_1

Striped volumes

E, um stripped logical volume, os dados são escritos repartidamente ao longo dos discos físicos, podendo haver uma melhoria na eficiência de E/S (entrada/saída) ou I/O (in/out), visto que não só a escrita, mas também a leitura poder ser feita de forma em paralelo. Assemelha-se ao RAID 0, e devem ser utilizados em discos de capacidade exatamente iguais.

lvm_2

Mirrored volumes

Neste modo quando os dados são escritos em um dispositivo, eles também são escritos no disco mirror (espelhamento), fazendo com que neste (mirror) exista uma cópia integral do dispositivo que foi escrito primeiramente. Ao ser semelhante ao RAID 1, traz assim a redundância dos dados.

lvm_3

Snapshot Volumes

É a habilidade de criar imagens virtuais de um dispositivo em um determinado momento, sem causar a interrupção do serviço. Um snapshot cria uma cópia dos dados que foram alterados, para que caso haja problemas, seja possível retroceder a um estado consistente destes mesmos dados.

Resumindo, a LVM fornece uma perspectiva mais próxima do usuário do storage em um sistema, ao invés da vista tradicional de discos e partições. Fornece assim uma maior flexibilidade na alocação de storage às aplicações e aos usuários.

O LVM por estar presente no Kernel dos sistemas Linux é direcionado somente a estas distribuições, além da possibilidade de ser utilizado também e outros Unix Likes. Em sistemas operacionais Windows, o mesmo não "enxerga" volumes LVM, o que é uma pena.

[button color="#COLOR_CODE" background="#01265D" size="small" target="blank" src="http://pplware.sapo.pt/windows/software/disco/sabe-o-que-e-lvm-logic-volume-manager/"]Vi no | PPlware[/button]

Comente via:

  • Facebook
  • WordPress
  • Google Plus

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.