Scroll Top

Curiosidades High Tech Internet Redes Segurança da Informação Tecnologia Web Wi-Fi

A Internet das Coisas – Você sabe o que é?

Curso de Manutenção de Celulares

Se você está ambientado ao mundo tecnológico, provavelmente já viu falar sobre a "Internet das coisas". Supostamente em um futuro não tão distante, esta será uma das "sensações do momento" no mundo tecnológico. – mas o que exatamente isso significa?
Em poucas palavras, a Internet das coisas envolve a capacidade de trazer mais e mais dispositivos, sensores e até eletrodomésticos para se conectarem à Internet sem qualquer tipo de interação humana.

home-future

Explicando a Internet das Coisas

A Internet das coisas refere-se a novos dispositivos que vão além dos que temos hoje. Engloba-se qualquer tipo de objeto e seres vivos: pessoas, plantas e animais. -para isso basta apenas possuir um meio identificador único e capacidade para transferir automaticamente qualquer tipo de dados e informações sem nenhum tipo de interação do homem.

Por exemplo, digamos que agora são 14:30h de uma sexta-feira e você ainda está no trabalho. No dia seguinte, você dará uma festa em sua residência. – mas você não lembra se há cerveja suficiente na sua geladeira.

samsung-smart-fridge-zoomCom a internet das coisas, talvez uma Geladeira High Tech conectada à internet, já programada ao gosto do cliente poderá por enviar um e-mail, mandar SMS ou dar uma "twittada" ao seus respectivos donos, informando que nela não há uma única cerveja.

O dono após receber a informação de sua geladeira, fica ciente que ao acabar sua jornada de trabalho, poderá ir direto ao supermercado e comprar suas cervejas para a grande festa do dia seguinte.

A Internet das coisas refere-se à todos esses diferentes tipos de "coisas" à serem conectadas. Isso inclui tudo, desde aparelhos inteligentes para implantes de saúde, geladeiras, lâmpadas, vasos sanitários e etc. Imagine a facilidade em nossas vidas em dar mais coisas do que um endereço IP e um sensor à um eletrodoméstico?

A Internet das coisas é uma revolução tecnológica que representa o futuro da computação e da comunicação, cujo o desenvolvimento depende da inovação técnica e dinâmica em campos tão importantes como os sensores wireless, sensores presenciais e a nanotecnologia.

No cenário atual

Neste momento, a maior parte dos dados sobre a Internet vem dos seres humanos. Para colocar uma foto em seu perfil no Facebook, alguém têm que carregá-la, ou seja, um humano. Já a Internet das coisas nos fornecerá muito mais dados – imagine se cada componente de um carro pode monitorar e relatar seu próprio status em tempo real? – ou um agricultor ser capaz de ver a saúde de cada planta em seu campo, juntamente com as condições históricas do terreno?

A Internet das coisas também se refere a outros cenários mais cotidianos. Hoje temos a fantástica lâmpada Philips Hue que se conecta à internet para que você possa controlá-las a partir de smartphones e outros dispositivos em qualquer lugar do mundo. Imagine então, se todos os aparelhos em sua casa fossem "inteligentes"? Você teria qualquer informação na ponta dos dedos.

philips-hue-escreveassim
Você seria capaz de saber se esqueceu as luzes acesas quando saiu de casa, podendo desligá-las remotamente. – ligar o ar condicionado 15 minutos antes de chegar em casa.
Este é verdadeiro sonho das "Casas Inteligentes", mas que também está relacionado com a Internet das coisas.

Endereçamento IPv6

Atualmente a maioria dos dispositivos utilizam IPv4 para se conectar à Internet, mas logo eles irão acabar devido a capacidade limitada de endereços que ele fornece. (eu ouço isso, há pelo menos 10 anos) e o IPV6 veio para resolver a limitação do IPV4, proporcionando um número muito maior de endereços IP.

ipv6

Quando todo o planeta realmente migrar para o IPv6, será possível todo e cada objeto existente no planeta ter o seu próprio endereço IP. Alguns dizem que haverá mais endereços IPv6 do que átomos na Terra. Se isso for verdade, teremos uma enorme quantidade de endereços IPV6 para utilizar. Isto significa que tudo no planeta poderia ter publicamente um endereçamento. Em outras palavras, tudo no planeta poderá se comunicar uns com os outros sem se preocupar com a tradução de endereços de rede e encaminhamentos de portas, como acontece atualmente com o IPV4.

A segurança na era da internet das coisas

homeNo futuro a Segurança da Informação será um desafio milhares de vezes maior que o atual, tudo por causa da quantidade crescente de dispositivos conectados à rede.

Como poderemos proteger cada aparelho ou dispositivo em casa? Como evitar que uma pessoa mal intencionada acesse as configurações da sua geladeira e descubra que você vai muito mais além de uma pessoa que bebe socialmente?

Realmente esperamos que os fabricantes destes dispositivos e afins, apoiem os seus consumidores com padrões rígidos na segurança.

Na verdade ainda não há uma resposta fácil sobre a segurança na internet das coisas. – mas é certeza de que iremos precisar de um novo modelo de segurança para seguir em frente, senão a Internet das coisas será uma tremenda bagunça.

Quase tudo no planeta será conectado a qualquer momento em breve, mas a "Internet das coisas" ainda está tomando forma à medida que mais e mais "dispositivos inteligentes" se juntam à internet e sensores de todos os tipos se tornando mais acessíveis no mercado. A Internet do futuro não será apenas para as pessoas se comunicarem, ela será para "as coisas" se comunicarem umas com as outras.

Jamais se esqueça dela, a Segurança! – concorda que seria algo realmente fatídico ao próprio dono, ter sua geladeira na sua própria casa, "sequestrada" por alguém que só a libera mediante pagamento?

Comente via:

  • Facebook
  • WordPress
  • Google Plus

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

1 Comentário

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.