Scroll Top

Curiosidades High Tech Internet Redes Tecnologia Telecomunicações Web

Redes de computadores – Uma visão geral sobre serviços, portas, nomenclaturas e protocolos

Curso de Manutenção de Celulares

Para quem está iniciando no mundo das Redes de computadores, existem algumas nomenclaturas ou "jargões" que nem sempre são auto explicativos, as vezes até podem confundir o iniciante na área. Veja a nossa pequena demonstração de um visão geral dos diversos termos utilizados na área das redes de computadores ou quando olhar para as informações de status das redes em qualquer outro dispositivo que tenha algum tipo de conexão.

network_2
Lembre-se que estamos definitivamente simplificando um pouco as coisas por aqui – leve em consideração que isso não é uma visão profunda sobre cada tópico, mas ajudará aos iniciantes entenderem os conceitos básicos da área das redes de computadores.

ISP

Internet Services Provider ou seu Provedor de Serviços de Internet. É a empresa que fornece a conexão à Internet. Por exemplo, o seu ISP pode ser Vivo, NET, GVT, Claro, ou qualquer outra empresa em que você paga por mês para ter acesso à internet.

Backbone 

howinternetworks-20120530T002520-2sbrw47

Backbone ou espinha dorsal que na teoria significa Rede de Transporte é o termo utilizado para identificar a rede principal pela qual os dados de todos os clientes da Internet passam, sendo assim um esquema de ligações centrais de um sistema tipicamente amplo alto desempenho. – geralmente é utilizado pelas ISP's e algumas grandes empresas que sem o backbone, provavelmente não teríamos acesso à Internet em nossas casas. Para que a velocidade de transmissão não seja lenta, o backbone utiliza o sistema de divisão, ou seja, divide sua grande espinha dorsal em inúmeras redes de menor tamanho.

LAN

wireless

Local Address Network ou Rede de Área Local, é uma pequena rede confinada a uma área local e limitada. Por exemplo, uma rede doméstica ou uma rede de escritório pode ser considerada uma LAN.

WAN

Wide Area Network ou Rede de longa distância, abrange uma área mais ampla geograficamente como um país ou continente. O ISP  é quem fornece uma conexão com a sua própria WAN, assim que você se conecta à Internet.

Endereço IP

O nome endereço IP vem de Internet Protocol, um endereço numérico utilizado como uma identificação de um dispositivo (computador, smartphone, impressora, etc) em uma rede local (LAN) ou pública. Existem ferramentas simples para visualizar endereços IP's dentro de uma LAN. O endereço IP funciona na camada 3 (camada de rede) no modelo OSI.

Roteador

Um Router ou Roteador é um dispositivo que você provavelmente deve ter em casa. O trabalho do roteador é disponibilizar o tráfego de entrada e saída a partir de seus dispositivos locais para a Internet ou da internet para seus dispositivos locais que podem ser baseados em regras ou não. De uma maneira mais complexa, o Roteador é um dispositivo que encaminha pacotes de dados entre redes de computadores criando um conjunto de redes de sobreposição. É por ele que o tráfego de ida e volta é transmitido e/ou gerenciado para chegar ao destinatário. Um roteador é conectado a duas ou mais redes de dados de diferentes. Quando um pacote de dados chega, o roteador lê a informação de endereço no pacote para determinar o seu destino final. Em seguida, usando a informação na sua política de tabela de roteamento ou encaminhamento, ele direciona o pacote fazendo uma "Rota" para a rede de destino.

Gateway

O Gateway ou " ponte de ligação" é um dispositivo ou serviço que pode ser uma máquina intermediária geralmente destinada a interligar redes, separar domínios ou até mesmo traduzir protocolos. Exemplos de gateway podem ser encontrados em roteadores ou firewalls, já que ambos servem de intermediários entre o usuário e a rede. Por exemplo, em casa, o roteador é o seu Gateway e é ele que fornece uma "porta de entrada" entre a sua LAN e WAN.

NAT

Network Address Translation ou simplesmente NAT, é usado pelos roteadores para compartilhar um endereço IP único entre muitos dispositivos. Por exemplo, você provavelmente tem um roteador sem fio em casa, que cria uma rede Wi-Fi para seus notebook's, smartphones, tablets e outros dispositivos. O seu ISP fornece um endereço IP único no mundo somente para você e este é acessível a partir de qualquer lugar na Internet, às vezes chamado de endereço IP público. Caso o seu roteador esteja funcionando como um Gateway em uma rede local (LAN), ele atribuirá diferentes endereços IP locais para cada um de seus dispositivos através do DHCP, e sem o NAT a sua rede privada não conseguiria se comunicar com a internet, simplesmente por que a internet não iria reconhecer os endereços IP's locais de sua rede privada (LAN) e de cada um dos dispositivos conectados.

DHCP

O Dynamic Host Configuration Protocol permite que os computadores solicitem automaticamente endereços IP e outras configurações de rede. Por exemplo, quando você conectar seu notebook ou smartphone à sua rede Wi-Fi, o dispositivo pede ao roteador um endereço IP. Quem faz esta disponibilização e atribuição de endereços IP na LAN é o DHCP. Isso simplifica as coisas – pois assim você não tem que configurar endereços IP estáticos manualmente em cada dispositivo.

Hostname

Um hostname é um rótulo legível que aponta para um dispositivo conectado a uma rede. Por exemplo, na sua rede doméstica, o nome de seu computador com Windows pode ser Windows-PC. Seus outros dispositivos podem se conectar ao Windows-PC onde nele será apontado para o endereço IP local do computador, tipo 192.168.0.150. Por ex. dentro de uma rede LAN o caminho do computador com endereço IP 192.168.0.150 pode ser acessado da mesma forma, só que através do hostname  \\Windows-PC.

Nomes de Domínio

Os nomes de domínio são os nomes registrados de sites e blogs na internet como por ex.  escreveassim.com ou google.com.br. Os nomes de domínio são apenas um outro tipo de hostname e quem faz essa tradução nome/número ou número/nome é o DNS.

DNS

O Domain Name System ou Sistema de Nomes de Domínio é um sistema ou serviço que converte IP públicos em nomes de domínio legíveis e nomes de host para endereços IP numéricos. Quando você digita google.com.br na barra de endereços do navegador, seu computador entra em contatos com o servidor DNS (por padrão atribuído pelo ISP) e o servidor DNS responde com o endereço de IP do servidor do google.com.br. Por ex. o google.com.br está localizado no endereço IP http://201.6.16.183 na Internet. Se você digitou esse número na barra de endereços do seu navegador web, você também irá acabar acessando o site da Google e quem faz essa tradução nome/numero é o DNS. Provavelmente se você está utilizando servidores DNS disponibilizados pelo seu ISP, você pode usar os servidores DNS de terceiros sem problema algum.

Ethernet

Ethernet é uma arquitetura padrão de interconexão para redes locais, sem fio ou cabeada em uso em quase todos dispositivos. Se o computador estiver conectado a uma rede através de um cabo, é provável que o mesmo utilize um cabo de rede Ethernet e esse cabo se conecta a uma porta Ethernet em seu computador.
Interface de Rede / Network Adapter

Conexão Ethernet com fio do seu computador e conexão Wi-Fi são, basicamente, as duas interfaces de rede. Se o seu notebook foi conectado a uma conexão com fio e ao mesmo tempo a uma rede Wi-Fi, cada interface de rede terá o seu próprio endereço IP, onde cada um é uma conexão diferente. As interfaces de rede também pode ser implementadas inteiramente por softwares, de modo que nem sempre correspondem diretamente aos dispositivos de hardware.

localhost

O nome localhost sempre corresponde ao dispositivo que você está usando. Este utiliza a interface de rede de Auto-retorno ou Loopback – uma interface de rede implementada por meio de software – para se conectar diretamente ao seu próprio PC. O localhost na verdade aponta para o endereço 127.0.0.1 caso for IPv4 ou ::1 caso esteja utilizando IPv6.

IPv4 e IPv6

Existem dois tipos de endereço IP de uso comum hoje. O IPv4 (IP versão 4) onde os endereços são os mais simples, por ex: 172.135.10.256 e sua versão mais recente chamada de IPv6.
Já um endereço IPv6: FEDC:2D9D:DC28:7654:3210:FC57:D4C8:1FFF torna-se algo muito mais complexo na hora de identificarmos algum serviço ou dispositivo, mas sua  utilização nos dias de hoje, torna-se algo extremamente necessário devido ao escasso números de IPv4 que estão acabando no mundo.

MAC Address

O endereço MAC – Media Access Control também é conhecido como um endereço físico de hardware sendo formado por um conjunto de 6 bytes separados por dois pontos (“:”) ou hífen (“-”), sendo cada byte representado por dois algarismos na forma hexadecimal, como por exemplo: "00:19:B9:FB:E2:58". Os endereços MAC são normalmente atribuídos no próprio hardware pelo seu próprio fabricante. Endereços MAC também podem ser utilizados para atribuir endereços IP estáticos em dispositivos específicos, para que eles sempre possam obter o mesmo endereço de IP quando conectado a um roteador com DHCP. – mesmo tendo endereços únicos em cada dispositivo de hardware, ainda é possível alterar o endereço MAC. O Mac Address funciona na camada 2 do modelo OSI.

Portas

Quando uma aplicação deseja enviar ou receber tráfego de dados, a mesma tem que usar uma porta numerada de 1 a 65535. O protocolo HTTP padrão usa a porta 80, então quando você está se conectando ao endereço http://escreveassim.com.br, você está realmente fazendo uma conexão HTTP para a porta 80 no escreveassim.com.br. Como o limite de portas termina em 65.535, segue a lista sobre o número de portas específicas de comunicação e seus protocolos.


Protocolos – TCP, UDP, ICMP, SMTP, etc

Os protocolos são diferentes formas de comunicação através da Internet ou fora dela. TCP e UDP são os protocolos mais comuns e assim como as portas, os protocolos também existem "aos montes", onde diferentes protocolos são específicos para diferentes tipos de comunicação dentro de redes LAN, WAN, PAN etc.

Pacotes

Um pacote é uma unidade de dados enviados entre dispositivos. Quando você carrega uma página web, o computador envia pacotes para o servidor solicitando a página web e o servidor responde com muitos pacotes diferentes. O pacote é a unidade básica de dados que os computadores trocam em uma rede e que também "podem ser analisados" caso você utilize um software específico.

Firewall

Um firewall é um software ou hardware que bloqueia determinados tipos de tráfego. Por exemplo, um firewall pode bloquear o tráfego de entrada em uma determinada porta ou bloquear todo o tráfego de entrada, exceto o tráfego proveniente de um endereço IP específico. Por exemplo, em um firewall IPtables do Linux, podemos bloquear um determinado Mac Adress para não acessar a porta 80, assim o dispositivo proveniente daquele MAC bloqueado não conseguirá acessar nenhum site HTTP, justamente por ser a porta padrão do protocolo HTTP.

HTTP

Hypertext Transfer Protocol ou Protocolo de Transferência de Hipertexto é o protocolo padrão da própria web. O protocolo FTP (File Trasfer Protocol) e BitTorrent são exemplos de protocolos alternativos.

URL

A Uniform Resource Locator, ou URL, é também conhecido como um endereço da web. A URL atual é exibida na barra de endereços do seu navegador. Por exemplo, http://escreveassim.com.br/android é uma URL que informa ao computador para usar o protocolo de transferência de hipertexto HTTP na porta 80 para se conectar ao servidor em que o http://escreveassim.com.br está hospedado e pedir o artigo ou página chamado à partir do diretório raiz do site.

Fica aí nossa sucinta explicação sobre o que é e o que faz parte de todo o conceito de uma "Rede" e tudo aquilo que nela contém e pode oferecer. Se gostou, manda um curtir! 😉

Comente via:

  • Facebook
  • WordPress
  • Google Plus

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

1 Comentário

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.